Marina Paixão

NÃO DESISTA DAS PESSOAS

Normalmente a gente desiste muito fácil das pessoas, já reparou? Pode ser que um tempo depois a gente até comece a pensar em perdoar e dar uma nova chance, mas quando a situação está na nossa frente, tendemos a recuar e desistir.

As vezes queremos desistir de amigos, família ou de alguém que Jesus nos pediu para amar. As vezes essas pessoas cometem um erro tão grave e nos ferem de maneira tão absurda, que realmente a melhor opção seria desistir. Afinal, quem merece ser injustiçado, humilhado, machucado? Essa seria a lógica “correta” hoje em dia de pensar. Contudo, não é a lógica de Jesus.

Sabe, Jesus me fez pensar que se não fosse pelas pessoas que não desistiram de mim nos momentos que eu mais falhei e pensei em entregar os pontos, eu não estaria aqui hoje. Você já pensou onde estaria se todo mundo tivesse desistido de você nos seus piores momentos? Você já pensou onde estaríamos se Deus tivesse olhado para o nosso pecado e falado: “Eles não valem a pena” ?

Deus olhou para o homem e decidiu entregar o que Ele tinha de mais precioso para lhe dar uma segunda chance, um novo recomeço. Então eu te pergunto: Se Deus não desistiu de você e de mim, como podemos nos achar no direito de desistir de alguém?

Esse texto é para te dizer: tente mais um pouco. Eu sei que não é fácil, mas acredito que a chave de tudo seja a gente parar de pensar “fulano fez isso comigo e eu não mereço. Eu fui tão bom pra ele, eu sou uma pessoa tão correta, eu mereço mais!” e começar a pensar “eu não merecia nada e Deus me deu -tudo-, então eu posso perdoar e insistir mais em fulano sempre que for preciso, assim como Deus me dá a oportunidade de recomeçar sempre que eu preciso (e olha, eu peciso muito).”

Não desista das pessoas.

Deus não desistiu de você.