Marina Paixão

O MEU VALOR ESTÁ NA CRUZ

Podemos observar duas características que marcam a nossa geração: Orfandade e insegurança.

As pessoas se sentem órfãs de pais, família, amigos (ainda que essas pessoas existam na vida delas de forma física). A orfandade gera nelas o entendimento de que elas não tem valor e não são importantes ou boas o suficiente.

Diversas vezes na minha adolescência eu focava em mim mesma para tentar entender minhas crises de baixa auto estima, de rejeição e ansiedade. Chegou em um ponto onde eu não conseguia nem mesmo me olhar no espelho. Eu lutava sozinha com as armas erradas.

Nunca saberemos quem somos ou qual é o nosso real valor, olhando para nós mesmos. Fomos feitos a sua imagem e semelhança. Se queremos nos conhecer e entender nosso valor, precisamos olhar para a cruz. Deus colocou sobre Jesus aquilo que nós merecíamos e nos deu aquilo que Ele merecia.

Quão amado, bom, justo, aceito e perdoado Jesus é? Nós somos.

Eu não sei qual a sua realidade hoje, mas quero te dizer que eu e você nunca fomos um plano terreno. Talvez os seus pais não te desejaram, mas existe alguém que te planejou desde antes da fundação do mundo. Talvez ninguém nunca fez algo por você ou investiu na sua vida, mas existe alguém que pagou a sua maior dívida, por amor a você. Talvez você não se sinta amado, mas você foi desejado e planejado pelo próprio amor. A sua vida nunca foi um acidente. Você não veio cheio de defeitos. Quando Deus te deu sua imagem e semelhança, Ele estava dizendo que aquilo o que Ele estava fazendo seria para sempre BOM!

Quando eu não podia mais me olhar no espelho, completamente cercada pelos traumas e pela vergonha de não conseguir vencê-los, Jesus me disse: “mais do que aquilo que seus olhos enxergam, permaneça sempre com o que Eu te falo. E você é linda, amada, amável, carinhosa, gentil, honesta, justa, dedicada, sincera, humilde, criativa, bondosa, paciente, é capaz, pronta para perdoar e ouvir, tardia em falar, boa amiga, boa filha, será uma boa esposa, uma boa mãe, boa profissional e excelente em tudo o que fizer porque você é a imagem de tudo o que Eu sou. O que Eu não sou, você não é, independente do que você faça, do seu pecado ou o que as pessoas dirão ao seu respeito. Essa é a identidade dos meus filhos, isso é quem você é.”