Marina Paixão

O VÍRUS, A QUARENTENA E A NOSSA ESPERANÇA

Entramos em 2020 e conversando com a minha irmã um pouco antes da virada de ano, chegamos a conclusão de que esse seria o melhor ano de nossas vidas. Em um aspecto global, não começamos o ano recebendo notícias muito boas, mas tudo bem, vai dar tudo certo no final.

Entramos no mês de Março e acordei com borboletas no estômago. Era o mês das minhas tão sonhadas férias, planejadas com muito carinho. Os dias foram passando, as notícias foram me encurralando, e um dia antes do meu voo eu experimentei sentimentos novos, uma mistura de impotência e pequenez. Passei o dia orando e clamando a Jesus que me mostrasse a decisão certa. Encurtando a história, cancelei tudo, sentei no sofá e pensei “É Jesus, o nosso coração faz tantos planos, mas no final a resposta certa realmente só vem do Senhor.”

Bom, aprendi uma lição muito valiosa. Não sabemos nada, não podemos controlar absolutamente nada e talvez quanto mais buscamos por respostas, mais longe estamos delas. Contudo, podemos descansar nos braços Daquele que governa o mundo, as nações e a nossa pequenininha e frágil vida. Ele ainda tem o controle, Ele ainda sabe o que é melhor.

No início dessa crise eu fiquei muito abalada pelas vidas que estão sendo perdidas, pelos negócios da minha família, amigos, e pelas nações. O meu coração sangrou pela Itália. Eu não sou médica, não tenho dinheiro para doar aos necessitados, ainda não sou uma jornalista formada, sou apenas uma moça de férias respeitando a quarentena em casa. O que realmente está nas minhas mãos disponível hoje para que eu possa fazer? Orar por aqueles que não podem, ser prudente e não desistir. Não desistir do meu trabalho, não desistir das pessoas e ter fé que tudo, absolutamente tudo vai dar certo. Porque vai. Vamos sair dessa crise melhores, mais fortes, corajosos, destemidos, criativos. Eu oro para que você não desista também.

Depois da tempestade, o sol nasce de novo e os os céus (continuam) declarando que só o Senhor é Deus.

Graças eu te dou Senhor, pela crise, pelo choro, pela alegria, pela vida e pelos (re)começos.

Cada respirar é um convite para acreditarmos que Você está criando algo novo e bom. Esse ano ainda será o melhor ano de nossas vidas.