Marina Paixão

ORE PRIMEIRO, DEPOIS FAÇA PLANOS

Conversando com uma amiga essa semana, ela acabou compartilhando algo que eu também estava vivendo. Falamos sobre como muitas vezes acabamos – de forma involuntária – fazendo planos, jogando para Deus a nossa decisão final e pedindo que Ele abençoe aquilo.

Me lembro de ter feito isso várias vezes em 2019, e sei que não foi por mal, mas foi algo totalmente involuntário, que eu só percebi enquanto essa amiga falava que estava passando por isso. Em um primeiro momento eu fiquei com vergonha de Deus, como se eu quisesse me esconder e “fugir” daquele confronto.

O confronto é tão doloroso porque somos colocados diante de verdades que durante muito tempo preferimos fingir que não existiam. O confronto dói porque nos leva para fora de qualquer conforto e segurança. O confronto dói porque somos colocados na posição de assumir as nossas ações e responsabilidades, (o que cá entre nós, não é algo muito agradável).

Sabe o que Deus me falou naquele momento?

  1. Que Ele me amava e que eu precisava parar de medir o Seu amor pelas minhas ações. Ele continuou me amando quando eu tomei decisões por conta própria, e Ele não vai me amar mais por colocar as decisões diante Dele. O Seu amor é capaz de remover a minha vergonha.
  2. Como foi bom eu ter reconhecido isso, afinal, reconhecer as minhas falhas já é um passo gigante e poderoso que me levará a transformação. Tudo bem eu ter pisado na bola, o que eu não posso é parar de avançar, nunca.
  3. Sempre é tempo de tornar novas todas as coisas. Confiando as minhas decisões Nele, posso estar certa que a sua boa, perfeita e agradável vontade estará se cumprindo na minha vida.

Todas as decisões que eu já tomei no calor do momento e sem pensar em entregar em oração primeiro, foram decisões tomadas por meio das minhas emoções e sentimentos, e sabe qual o problema de deixá-los gerindo a nossa vida? Eles são como uma montanha-russa, cada hora nos levam a querer/desejar algo ou estar em algum lugar, e assim serão nossas decisões – inconstantes como as ondas do mar – que vem e vão como bem querem.

Com 22 anos de experiência ( o que não é muito, mas certamente não é pouco) eu posso lhes dizer: Nada paga a sensação de estar fazendo a coisa certa, na hora certa, no lugar certo e na estação certa. Não conseguimos isso por meio das nossas emoções, mas quando entregamos as nossas decisões diante de Deus, e ainda que estejamos esperando por uma resposta positiva, confiamos que mesmo se ela não vier, vamos  caminhar para o melhor de Deus para nossas vidas!

O QUE ENTROU POR ÚLTIMO NO INSTAGRAM

This error message is only visible to WordPress admins

Error: API requests are being delayed for this account. New posts will not be retrieved.

Log in as an administrator and view the Instagram Feed settings page for more details.