Marina Paixão

PESSOAS SÃO NOSSOS MAIORES TESOUROS

Neste final de semana ocorreram as eleições do nosso país. Infelizmente e com muito pesar no coração eu preciso dizer que sou de longe a melhor pessoa para discutir política. De longe mesmo! Eu sempre tive desinteresse nessa area e não tinha muita maturidade para entender que não é sobre fazer questão de saber, mas é questão de necessidade. Não, não estou querendo dizer que todo mundo deve ser expert no assunto, mas o mínimo de conhecimento é essencial sim, pois temos em nossas mãos o poder de escolher pessoas que irão nos representar e representar a nossa nação. Eles são o nosso porta-voz, então não podemos escolher alguém sem conhecer o mínimo de sua trajetória de vida, de carreira, seus valores e princípios. Mas esse não é o foco hoje, porque nesses últimos dias eu vi algo aterrorizante nas redes sociais. Eu vi falta de respeito e muito ódio disseminado entre as pessoas.

Se o fato de uma pessoa discordar de você for suficiente para que você a isole de campo e abomine sua existência, isso não fala apenas de uma discordância, mas dos seus valores morais. Ninguém aceita sentar e conversar de forma saudável, o importante aqui não é você ouvir o outro lado mas ter certeza de impor o seu. A única alternativa é tampar o ouvido e proferir um discurso até que ele atinja o nível de ofensa ao outro.  Nós vivemos em um país com liberdade de expressão e não com liberdade para desrespeitar e ferir o outro. As pessoas são muito cruéis. Acabou o diálogo. A humanidade está cada vez menos humana. Pessoas estão jogando anos de admiração e aprendizado por alguém que tem um voto diferente delas. Eu vejo pessoas acusando outras de intolerantes quando elas mesmas estão sendo intolerantes. Nós perdemos a sensibilidade, o contato, o toque, o amor. Estamos em uma era de verdades absolutas.

Sabe, nós precisamos de Jesus. Não precisamos de religiosidade, precisamos de Jesus. Eu preciso ser capaz de amar acima de todas as coisas. Sim, acima de TODAS as coisas e me desculpe se isso é um espanto pra você. Eu preciso amar o que me machuca, o que pensa diferente de mim, o que me ofende, o que me difama, o que é ruím. Eu preciso responder as ofensas com amor. Não é olho por olho, é dar a outra face e responder com amor ainda que o outro esteja falando/fazendo o maior dos absurdos. Eu preciso ser Jesus, porque Jesus olhava para o ser humano e por enxergar o essencial, o resto não importava. As pessoas são os nossos maiores tesouros, não podemos perder esse presente.

Ore pelo futuro da nossa nação!