Marina Paixão

SE NÃO VAI TER IMPORTÂNCIA DEPOIS, NÃO DEIXE QUE TENHA IMPORTÂNCIA AGORA

Oiiiii gente!

Hoje eu acordei e fiquei fazendo uma horinha na cama (estou nos últimos dias de férias e me permiti fazer isso rsrs) e acabei clicando no vídeo de uma pessoa que admiro muito e vejo como referência cristã, Junia Hayashi. Uma menina estava fazendo algumas perguntas pra ela sobre como ela consegue levar a vida tão leve e dar conta de ser boa mãe, esposa, etc. A Junia respondeu com uma frase que me marcou muito:

“Se não vai ter importância depois, não deixe que tenha importância agora.”

Em algumas fases que vivemos, achamos que a vida é muito difícil e impossível. O que muitas vezes passa despercebido é o fato de que nós somos os responsáveis por dificultar as coisas ao nosso redor, e não é a vida que é muito complicada. Nós somos complicados e complicamos coisas, situações e pessoas. As vezes colocamos a culpa até mesmo em Jesus. Levamos uma vida miserável e conseguimos culpá-lo pelas nossas ações e decisões, algo que é de nossa responsabilidade. Damos muita importância ao que na verdade, não é tão importante. Damos valor ao que não tem tanto valor. Maximizamos um problema que na verdade é muito simples de ser resolvido. Criamos situações na nossa mente que sequer são reais. O que não importa acaba roubando tempo e espaço em nossas vidas e quando percebemos, pode ser tarde.

Essa frase me fez criar uma perspectiva nova sobre a vida. Ela é tão curta e está passando tão depressa! Se não vai ter importância na eternidade, eu não posso perder tempo dando importância agora. O nosso tempo meus amigos, é precioso demais! Jesus me ensinou durante todo esse ano a viver a vida de forma mais intencional em tudo que eu fizer e falar, e eu estou só no início desse desafio! Não é fácil e eu tenho pedido a Deus muita sabedoria e sensibilidade para saber discernir as pessoas, os ambientes, problemas e situações do cotidiano.

A vida na verdade, pode ser muito boa e a caminhada incrível! Tudo depende da importância que a gente dá.

Qual a importância que você está dando?